PAZ, PENSAMENTOS, POESIAS E Mais...


FLAGRANTE: UM IMÃ DE GELADEIRA, DE 6 X 7 cm


PENSAMENTOS

QUEM SEMEIA A PAZ, VENDE MUITO CARO CADA GRÃO. POIS A FALTA É GRANDE.

A PRECE É IMPORTANTE EM NOSSA VIDA, A PRESSA NÃO.

QUEM DORME PENSANDO NO AMANHÃ. AMANHÃ NOTARÁ QUE DORMIU MUITO.

FABIO CAMPOS, 22 de Dezembro de 1978.


FOTO DE UMA ESCULTURA FEITA POR MINHA MÃE DINEUSA BEZERRA CAMPOS [*26.01.1926 +28.10.2019] REUTILIZOU MADEIRA E FERRO.


RUGAS DA NOITE    POESIA

QUE FALEM DE RABO

DE NOITE, DA BOCA

DA NOITE

EU FALO...

EU NÃO FALO

INVENTO

UMA NOITE VELHA

CANSADA, ENRUGADA

QUE SÓ ACORDA

COM BADALADAS

DE SINO

DESPERTA OS CORAÇÕES

AS CANÇÕES

DA NOITE FELIZ

NOITE MENINO-DEUS

DORME NOITE!

FABIO CAMPOS, 25 de Dezembro de 1978.




FOTO POSTADA NOS GRUPOS DE WATSAPP DA ESCOLA PARA IDENTIFICAÇÃO DO PROFESSOR NAS AULAS REMOTAS.



REFLEXÃO SOBRE UMA FLOR

CADÊ A FLOR QUE ESTAVA AQUI?
O BICHO LEVOU...
QUE BICHO?
NÃO SEI...
SÓ SEI QUE 
ONZE HORAS
ELA ESTAVA BEM AÍ!
"AH! NINGUÉM LEVOU!
PROFESSOR!
AMANHÃ
AS ONZE HORAS ELAS
ESTARÃO BEM AÍ!"
LINDAS VISTOSAS
DIZENDO 
SÃO ONZE HORAS!

FABIO CAMPOS, 04 de Março de 2021.




DIÁLOGO DE MEIO DIA
Vamos tomar café? Como assim café?...
Café preto... Chaleira quente...Chá verde...
Fruto de Palma...



FLAGRANTE DO MEIO DA FEIRA COM MEU AMIGO ESCRITOR, POETA, DRAMATURGO, ATOR, GAROTO-PROPAGANDA, HUMORISTA, ATIVISTA, EMBOLADOR, CORDELISTA, SHOW-MAN, PALESTRANTE, MÚSICO, INTÉRPRETE, CANTOR, NARRADOR, CINEASTA, CRONISTA, IMITADOR, COLECIONADOR DE QUINQUILHARIA, CAÇA-TALENTOS, ROTEIRISTA, CONTADOR DE CAUSOS, DEFENSOR DAS MINORIAS, ARTISTA CIRCENSE, MISSIONÁRIO, EDUCADOR...
 NAS HORAS VAGAS... 

SILVANO GABRIEL


VENDENDO UNS LIVRETOS DE CORDEL,E FAZENDO EMBOLADA, COM OS PASSANTES...
ATÉ FEZ UNS VERSOS DE IMPROVISO COM O BLOGUEIRO, ASSIM QUE TIVER CONDIÇÕES PUBLICAMOS...


 É SÓ.

POR HOJE...

FABIO CAMPOS, 04 de Março de 2021. São as águas de Março...



TERCEIRA SEMANA DA QUARESMA DO ANO DE 2021.

A LOJA DE DEUS POESIA, PENSAMENTOS E...







A LOJA DE DEUS   POESIA

De baixo de uma árvore

Numa rede me deitei

Os olhos meio enfadonho

Quase sem sentir fechei

E logo agarrei no sono

Veja só o que sonhei

Era noite e eu na rua

Não era estranho o lugar

Muitas lojas na avenida

De vitrines coloridas

Os luminosos a piscar

A rua ia se acabar l

Mas um susto tive eu

Uma loja meio acanhada

Um letreiro na fachada

Se lia: LOJA DE DEUS

Na sua simplicidade

Curioso quis conhecer

Eu queria ver na verdade

O que havia lá pra vender

Um anjo ali atendia

Estava atrás de um balcão

Muitos vidros ali jazia

Nas prateleiras se via

Muito pote e Garrafão

Todos eles rotulados

Dava pra lê de bom grado

O título e a nomeação

Vidros de Fé e Esperança

Muitas caixas de Bonança

Pacotes de Salvação

Sacos com Sabedoria

Frascos de Paz Harmonia

Preço não havia não

O Anjo acudiu faceiro

Pode pedir companheiro

Tudo é grátis meu irmão!

Ouvindo o que era dito

De coragem eu me enchi

Fiquei logo animado

E até meio apressado

Abri o verbo e pedi:

Seu Anjo me dê ligeiro

Muitas caixas de Salvação

Pacotes de Amor de Deus

Harmonia para os Meus

E de Deus todo Perdão

Frascos de Felicidade

Potes de Tranquilidade

Muita Paz pros meus irmãos

Para o Próximo quero Amor

E pra todo sofredor

Quero Vida em Comunhão

Muitos vidros de Concórdia

Frascos de Misericórdia

Muitos fardos de Louvação

Pras famílias a Esperança

O Sorriso da Criança

E a Pureza pros Cristãos

Pro Idoso a Serenidade

Quero viver na Verdade

Muito Amor no Coração


O Anjo se ausentou

Num instante ele voltou

Trazia um saquinho na mão

E me entregou sereno


Aquele embrulho pequeno

Me causou decepção

Como podia caber ali

Tudo aquilo que pedi?

Foi a minha indagação

O Anjo me respondeu

Assim me olhando de frente

Ó Querido! Amigo meu

Aqui na Loja de Deus

Nós não temos o produto

Aqui nós não damos fruto

Apenas damos a SEMENTE!


Colocou na minha mão

E me fez levar ao peito

Dizendo: É desse jeito

Que bons frutos nascerão

Seja assim Semeador

Regue-as com o seu Amor

Que as Sementes brotarão

Acordei meio assustado

A mão repousava ao lado

Por cima do Coração!

 

FABIO CAMPOS, 07 DE SETEMBRO DE 2003. 

DO LIVRO INÉDITO:"POESIA NÃO ENCHE BARRIGA: ENCHE O CORAÇÃO!" 

 


PENSAMENTOS

SE EXISTISSE MAIS AMOR ENTRE OS HOMENS
O MUNDO NÃO SERIA MELHOR
SERIA MENOS RUIM.

O MÉRITO DIGNIFICA O HOMEM; O MERETRÍCIO O DESONRA.

FABIO CAMPOS, 26 de Dezembro de 1978.


FOTO DA CAPA DO CADERNO DOS QUAIS ESTÁ REPLETO DE ESCRITOS MEUS, QUE VÃO DE 19 de Dezembro de 1978 A 29 de Janeiro de 1979.



"O TREM DA ESPERANÇA"

É O TÍTULO DESTA FOTO. PRODUZIDA EM ALGUM DIA DO MÊS DE FEVEREIRO DE 2021.



NA FRIEZA DESSE LUZ
NO CALOR QUE VEM DO CHÃO
VEM O TREM DA ESPERANÇA
É O TREM DA SOLIDÃO
OS GALHOS VOAM NO ALTO
ACENAM
COM SOFREGUIDÃO
É O TREM DA ESPERANÇA
O COMBOIO DA PAIXÃO
VEM LÁ LONGE
VISLUMBRANDO
CÁ BEM PERTO EU VENHO A PÉ
PASSA O TREM 
QUE NUNCA PASSA
PASSO EU COM MINHA FÉ.

FABIO CAMPOS, 27 de Fevereiro de 2021.




 A LUZ
FICOU SE ESCONDENDO...
POR TRÁS DA LUZ
DO SOL 
DA FLOR DE SOL
DA LUZ DE FLOR...
PARECIA UMA MENINA
COM VERGONHA...


"PEQUENINO, PEQUENINO!

QUE DEUS ME DEU!... NAT "KING" COLE 1972"


CONVERSA DE MALANDRO POESIA, Pensamentos de 1978 e outras coisas de 70...





FLAGRANTE DA FOTO DA CAPA DO NOVO CADERNO DE POESIAS QUE IREMOS PUBLICAR DORAVANTE...

CONVERSA DE MALANDRO POESIA

SABE CARA!
TOMANDO UNS PILEQUES
EU APRENDO A DANÇAR
SAIO SEM PAGAR
O DONO DO BAR
VEM ME GRITAR
NEGÓCIO É O SEGUINTE
COROA!
PINDURA ISSO AÍ!
QUE O CRIÔLO TÁ
NUMA DE HORROR
NUM TERMINEI DE FALAR
RISCA O CAMBURA!
TUDO BEM!
ESTANDO PRESO TÔ HOSPEDADO
APANHANDO TÔ FAZENDO EXERCÍCIOS
CORRENDO TÔ VIAJANDO
PASSANDO FOME, TÔ FAZENDO REGIME
TOCA PRA FRENTE Ô DO CAPACETE!

FABIO CAMPOS 23 DE DEZEMBRO DE 1978. NOTA: ESTA POESIA FOI ESCRITA BASEADO NUM FATO VERÍDICO PRESENCIADO PELO AUTOR, EPISÓDIO OCORRIDO POR OCASIÃO DA DETENÇÃO DE "GIRAMUNDO" FILHO DE DONA CHICA BOA.



FOTO AUTÊNTICA DA POESIA MANUSCRITA POR ESTE POETA DATADA E ASSINADA.






REFLEXÕES

OLHO PRA O PÃO, LEMBRO DO TRIGO
OLHO PRO VINHO , LEMBRO DA UVA
OLHO PRA VIDA, LEMBRO DE CRISTO.

QUANDO ME PERGUNTO; QUAL O SENTIDO DA VIDA? NÃO PROCURO RESPOSTA, EU REZO...

FABIO CAMPOS, 26 DE DEZEMBRO DE 1978.




DAQUI POR DIANTE É MELHOR NÃO... 




MÚSICA "A VÉIA DE BAIXO DA CAMA" DE CAJU E CASTANHA [NO YOUTUBE] EM NOVAS VERSÕES


PRIMEIRO O MAKING OF...

VALENDO!



    

BYE! BYE!










 

POESIA CHEGANÇA E outras...

 CHEGANÇA

DIA DESSE EU ACOMPANHAVA

UMA CHEGANÇA

CONFESSO QUE NÃO SENTI NADA

TALVEZ AINDA NÃO SENTISSE

COISA ALGUMA NA ÉPOCA

ERA UMA FAMÍLIA

O PAI OLHOU A CASA

OLHOS TRISTE, OLHOU OS CAMPOS

UM BRILHO, SURGIU

NO FUNDO DO CORAÇÃO

COMEÇOU A DESCARREGAR 

SEUS TROÇOS

HAVIA ESPERANÇA

A MÃE NÃO OLHOU NADA

ALÉM DE FITAR POR INSTANTES

 O MARIDO E O FILHO

COMO QUEM DIZIA:

SE É BOM PRA ELES, 

É BOM PRA MIM TAMBÉM

O FILHO DIVISOU AO LONGE

UMAS FRUTÍFERAS

UM RIACHO, SEU PARAÍSO

AGORA VEJO

O QUE ANTES NÃO VI

E TALVEZ

SE TIVESSE VISTO

TERIA FICADO.

FABIO CAMPOS, 18 DE FEVEREIRO DE 1979.



FOTO DA POESIA "CHEGANÇA" CONTIDA NO CADERNO, DATADA E ASSINADA NO DIA QUE FOI FEITA.



CAPA DO DISCO "NAT "KING" COLE ESPAÑOL CANTA BOLEROS DE 1972. INCLUI CANCÕES COMO "CACHITO' "MARIA ELENA" QUI SA QUI SAZ" O DISCO É PRODUÇÃO DEPOIS DA MORTE DO CANTOR OCORRIDA EM 15 DE FEVEREIRO DE 1965.


POESIA MATUTA DE DEUSDETH BATISTA "PLANTADOR DE MILHO"

PENSAMENTO

A GENTE PODE TER UMA OPINIÃO, E MUDÁ-LA, COM O PASSAR DO TEMPO. ASSIM COMO TEMOS UM ROSTO, UM CORPO, QUE VAI MUDANDO COM O PASSAR DOS ANOS.

ENGRAÇADO COMO É A VIDA. COISAS, QUE JULGAMOS, FATOS QUE VIVEMOS. SITUAÇÕES, QUE SE FOREM MUITO EXTERNA A NÓS, DIREMOS: "É ASSIM MESMO..." "BOLA PRA FRENTE!"  OU QUASE CONCORDAMOS, TIPO: "QUE ISSO SIRVA-NOS DE EXPERIÊNCIA".

SEMPRE HAVERÁ UM CAPÍTULO, UM VERSÍCULO, UM "A" UM "JOTA" NA BÍBLIA, QUE SE ENCAIXA PERFEITAMENTE PARA O MOMENTO QUE ESTAMOS VIVENDO. O PROBLEMA É QUE QUEM RARAMENTE SOMOS NÓS MESMOS QUE PERCEBEMOS. NA MAIOR PARTE DAS VEZES SÃO OS OUTROS. 


COM A POESIA  "CHEGANÇA" ENCERRAMOS ESTE CADERNO



SENDO ASSIM...


FIM